salada_tropical_1

No senso comum, a salada é um prato culinário dominado por vegetais e pela cor verde. Mas os chefs estão cada vez mais dedicados a subverter o senso comum desse conceito ou, pelo menos, mostrar ao público que a salada deveria ser encarada como uma entrada leve de ingredientes frescos.

Vista dessa forma, a salada pode tomar inúmeras formas e se dar ao luxo de prescindir das folhas verdes. Os cozinheiros dos países que ladeiam o Mar Mediterrâneo, como Itália e Grécia, são prodígios na preparação de saladas exóticas. Uma delas leva figos, presunto cru, mussarela e manjericão – ingredientes típicos da região. Sem folhas, sem legumes e sem o tradicional tomate.

E, ainda assim, uma salada.     

 

Receita – Salada Tropical

Calcule dois figos e duas fatias de presunto cru de Parma para cada convidado. Abra os figos pela ponta mais fina, cortando-os em formato de cruz, com incisões perpendiculares. A fruta ficará exposta no prato como se fosse uma flor desabrochando. Decore o prato com o presunto, a mussarela em fatias e as folhas de manjericão.

O segredo dessa salada está no molho. Se a porção for para quatro pessoas, junte seis colheres de sopa de azeite de oliva num pote e adicione três colheres de sopa de suco de limão. Sal, pimenta-do-reino e uma colher de sobremesa de mel completam o preparado. Misture tudo até ficar uniforme e despeje na salada.

 

DICA!

Lembre-se de deixar um bom pão na mesa para os convidados.

Esqueça a velha salada de alface e tomate.

Bon Appétit!!

– – – –

Bruno Garcia